medicina preventiva

5 práticas da medicina preventiva para incorporar agora no dia a dia

Quem deseja viver uma vida tranquila, sem graves problemas de saúde, precisar adotar o hábito da prevenção o quanto antes. A medicina preventiva tem por objetivo estabelecer um padrão na relação médico x paciente, fazendo com que ela deixe de ser passiva para ser ativa. Já havia ouvido falar nesse tipo de abordagem? Então, continue a leitura. Nesse artigo, você vai conhecer algumas práticas dessa medicina que podem começar a ser implantadas ainda hoje.

O que é a medicina preventiva?

Como o próprio nome diz, é um formato de medicina que estimula os cuidados com a saúde por meio da promoção do bem-estar, da qualidade de vida e através da educação, ensinando a necessidade da realização de exames de check-up. Esse tipo de medicina está alicerçada em quatro níveis de atuação que buscam prevenir o aparecimento de doenças. O primeiro deles é a prevenção primária, na qual o objetivo é proteger o bebês de possíveis doenças, antes do seu nascimento. Quando a patologia já está instalada, entra a prevenção secundária para diagnosticar e tratar essas enfermidades em seus estágios iniciais. A prevenção terciária busca diminuir o impacto que a doença causa no paciente.  O último nível é a prevenção quaternária que reúne métodos para evitar ou reduzir a realização de intervenções desnecessárias ou excessivas. A prática da medicina preventiva influencia diretamente na redução dos fatores de riscos responsáveis por diferentes tipos de doenças. O sedentarismo, a obesidade e a má alimentação são alguns dos exemplos de condições que podem ser eliminadas.  A medicina preventiva está mais presente em no nosso dia a dia do que imaginamos. Um exemplo são as campanhas nacionais promovidas pelo Governo Federal para a vacinação, controle do diabetes, prevenção ao câncer de mama, de próstata, entre outros.

Comece a praticar hoje a medicina preventiva

Esse tipo de medicina engloba diversas práticas que precisam ser inseridas em nossa rotina. A maioria delas, podem ser implementadas ainda hoje. A única coisa que você precisa é determinação e comprometimento. Conheça algumas dessas práticas preventivas:
  1. Tenha uma alimentação balanceada e saudável: para que o corpo se desenvolva de forma saudável e o organismo permaneça forte para combater as doenças, precisamos nos alimentar corretamente. Para isso, a nossa dieta precisa ser rica em fibras, frutas, legumes e verduras;
  2. Começar a praticar atividades físicas: não é a toa que a disciplina de educação física faz parte de todo o nosso currículo escolar, iniciando desde a infância. Os exercícios favorecem a nossa saúde e evitam que nos tornemos pessoas sedentárias;
  3. Crie o hábito da prevenção: como diz um antigo ditado, “é melhor prevenir do que remediar.” A melhor forma de buscar a promoção e evitar o aparecimento de doenças é por meio da realização de check-ups periódicos, da vacinação e da reeducação alimentar;
  4. Controle o seu peso: uma das principais práticas da medicina preventiva. Ela consiste em uma constante observação do seu peso. Dessa forma, é possível perceber quando estamos engordando, investigar a causa e evitá-la;
  5. Evite fumar: assim como o sedentarismo, o tabagismo é um dos fatores de risco mais comum para diversos tipos de doenças. O cigarro é composto por mais de 4 mil substâncias extremamente tóxicas para o organismo. Por isso, o tabagismo é um inimigo desse tipo de medicina.
Entendeu o que é a medicina preventiva? As vantagens de adotar esses novos hábitos são várias, mas a principal delas é se ver livre das doenças. Quer saber mais? Clique no banner!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp